Que tal começar a levar sua beleza a sério hoje?

Vamos agendar sua consulta?

Agende sua avaliação:

Clique Aqui

MAMAS mulher

ESTRIAS EM MAMAS

O estiramento excessivo da pele pode ocasionar o rompimento das fibras de colágeno, dando origem às estrias. Qualquer tratamento realizado deve ter como objetivo a produção de novo colágeno para poder “apagar” as estrias. Mesmo com todo avanço da medicina, todos os protocolos existentes apenas suavizam, ainda que com resultados impressionantes e muito positivos.

Tratamentos:

Essa é uma das técnicas mais bem sucedidas para estrias. O laser gera micropontos de queimaduras no trajeto das estrias, e cada pontinho de queimadura vai, de maneira uniforme, até a derme. Essa derme danificada, de maneira controlada, irá cicatrizar e é durante a cicatrização que ocorre a nova formação de colágeno, e consequentemente o surgimento de uma pele mais uniforme

O Fotona pode ser utilizado em estrias recentes ou mesmo as antigas. O laser ocasiona, de maneira clinicamente controlada, microqueimaduras na derme danificada. Durante a cicatrização, acontece a formação de colágeno, e consequentemente o surgimento de uma pele mais uniforme.

Técnica direcionada para estrias, com excelentes resultados.. O método Striort consiste em um aparelho a vácuo, que estimula a circulação sanguínea na região, tornando as estrias vermelhas e tratáveis. Logo após a sessão pode associar com carboxiterapia e peeling químico para estimular a renovação celular da pele.

Aplicação, em pequenas doses e múltiplos pontos, de fatores de crescimento na derme, realizada no trajeto da estria. Essas substâncias irão promover o aumento da produção de colágeno.

Essa técnica produz micro-furinhos na pele, através de microagulhas, que, ao cicatrizarem, estimulam os fibroblastos a produzirem colágeno e elastina, além de estimular a proliferação de células-tronco, restaurando a pele que está danificada. Esses furinhos formam “microcanais”, que levam substâncias terapêuticas para a derme profunda (técnica conhecida como drug delivery), como, por exemplo fatores de crescimento, que induzem o aumento da microcirculação no local da estrias, potencializando o resultado.

A associação de peelings químicos (ex: ácido retinóico) com os mecânicos (ex: peeling de diamante) promove a descamação da pele, estimulando o surgimento de uma nova pele, com mais colágeno, disfarçando as estrias.

É a aplicação terapêutica de gás carbônico medicinal através da pele (com agulha) no trajeto das estrias. A pressão mecânica que o gás exerce faz a estria descolar e, ao cicatrizar, a pele aumenta a produção de colágeno local.

CIRURGIAS NA MAMA

Tratamentos:

Consiste na cirurgia para aumentar o volume dos seios. O tamanho depende da estrutura corporal, da avaliação do cirurgião plástico e do desejo da paciente.

É a cirurgia plástica para reduzir o tamanho das mamas, quando o seu volume causa desproporcionalidade, ou quando o seu peso provoca dores nas costas, ou no caso em homens com ginecomastia (excesso de tecido mamário que faz crescer as mamas).

É a cirurgia plástica para levantar as mamas que se apresentam muito caída e flácida. O cirurgião remove o excesso de pele e estica o tecido, dando a forma aos seios. Pode ser realizada concomitantemente com a colocação da prótese de silicone ou a mamoplastia de redução.

É a cirurgia plástica para reconstrução da mama em algumas situações como câncer de mama. Em alguns casos a cirurgia pode se realizar simultaneamente com a colocação da prótese de silicone.

Por ser eficaz e seguro, o Laser Fotona é indicado para depilação em áreas sensíveis, como as aréolas.

CICATRIZ EM MAMA

Tratamentos:

Essa é uma das técnicas mais bem sucedidas para cicatrizes. Causa micropontos de queimaduras no trajeto da cicatriz. Cada pontinho de queimadura vai, de maneira uniforme, até a derme. Essa derme danificada, de maneira controlada, irá cicatrizar e é durante a cicatrização que irá ocorrer a nova formação de colágeno, e consequentemente o surgimento de uma pele mais uniforme.

O laser Fotona é excelente para cicatrizes hipertróficas e atróficas. Ao promover microqueimaduras na camada da derme, o procedimento estimula produção de novas fibras de colágeno para a cicatrização e a formação de uma nova camada da pele.

Excelente para redução de cicatrizes, e também cicatrizes de coloração avermelhada, por reduzir de maneira eficaz o pigmento que está deixando a pele mais escura, e também por estimular, através do seu efeito térmico, a reestruturação do colágeno que está tornando a cicatriz inestética.

Essa técnica produz micro-furinhos na pele, que, ao cicatrizarem, estimulam os fibroblastos a produzirem colágeno, elastina, além de estimular a proliferação de células-tronco, restaurando a pele que está danificada. Com o aumento na produção dessas substâncias, toda a pele é reestruturada e beneficiada com a reorganização das fibras internas, o que leva à redução de cicatrizes.

OBS: não deve ser realizado em pacientes com tendência a queloide.

É a aplicação terapêutica de gás carbônico medicinal através de pele (com agulha) em direção à derme. A pressão mecânica que o gás exerce faz a cicatriz descolar e, ao cicatrizar, a pele produz colágeno de maneira organizada.

A injeção intra-lesional de triancinolona é eficaz e consiste na primeira linha de tratamento dos queloides e segunda linha terapêutica para cicatrizes hipertróficas.

Utilizada principalmente em queloides extensos, pois consegue promover a redução da extensão. Durante a cicatrização da nova lesão, o médico vai observando e frequentemente, intervém com os outros tratamentos anteriormente mencionados, que antes não iriam responder tão bem, devido à espessura da cicatriz.