Que tal começar a levar sua beleza a sério hoje?

Vamos agendar sua consulta?

Agende sua avaliação:

Clique Aqui

FLANCOS homem

GORDURA LOCALIZADA

Maus hábitos alimentares e sedentarismo são fatores que ocasionam o acúmulo de gordura em certas regiões do corpo. Mas a predisposição genética pode ser um dos fatores determinantes.

Tratamentos:

As ondas ultrassônicas de alta intensidade emitidas pelo ULTRAFORMER III destroem seletivamente as células de gordura, melhorando o contorno corporal. Além da redução das medidas, a tecnologia age reduzindo a flacidez, pois estimula a produção de colágeno aos níveis mais profundos da pele e promove a contração da camada muscular.

Pode ser aplicado em várias regiões do corpo que contenham gordura, como na região de papada, braços, abdome, culotes, interno de coxas, flancos e costas. Pois o aparelho apresenta diferentes ponteiras, cada uma consegue atingir uma determinada profundidade, podendo ser utilizada para gorduras menores e em regiões menores como a papada; como também para um tecido adiposo com maior espessura e áreas maiores como no abdome.

É um método não invasivo, seguro, não necessita afastamento das atividades diárias, e não tem restrição à exposição ao sol.

Aplicação, em pequenas doses e múltiplos pontos, de ativos que promovem a abertura da membrana dos adipócitos (células de gordura), fazendo com que as mesmas liberem a gordura. Um produto muito utilizado é o lipossoma de girassol associado com L- Carnitina.

É um aparelho de radiofrequência para gordura localizada e flacidez de pele. O Exilis Elite funciona por ondas térmicas, aquecendo a pele profundamente e acelerando a atividade metabólica dos adipócitos (células de gordura) fazendo com que estas se contraiam e ocorra uma apoptose (morte celular).

O diferencial desse aparelho é uma radiofrequência monopolar, que tem maior comprimento de onda capaz de atingir camadas mais profundas da pele.

A hidrolipoclasia é a injeção de soro fisiológico acompanhada de aplicação do aparelho de ultrassom. A associação ajuda a “amolecer” a gordura dura e na eliminação da mesma, reduzindo medidas e melhorando o contorno corporal.

É uma terapia mecânica que gera microbolhas que implodem as células de gordura. O tratamento produz também a ativação da produção de colágeno na pele, da circulação sanguínea e do sistema linfático, com isso melhora de forma não invasiva o contorno corporal.

Laserlipólise é um método invasivo de tratamento para gordura, realizado por um cirurgião plástico. O procedimento consiste na passagem de uma cânula com um feixe de luz de 1mm de espessura no tecido adiposo, por meio do calor produzido, rompe-se a membrana dos adipócitos (células de gordura), derretendo a gordura de forma uniforme. Os adipócitos destruídos são lipoaspirados. O aquecimento promovido pelo laser é repassado à derme e promove a retração da pele, reduzindo a flacidez.

Normalmente, utiliza-se anestesia local. Esta técnica é uma das mais revolucionárias da medicina, pois apesar de invasiva, traz muitas vantagens para os pacientes. Primeiro, o feixe gera uma temperatura em torno de 300 graus, causando “derretimento” da gordura, como também causa cauterização dos vasos sanguíneos. Isto diminui o edema pós-operatório, diminuindo o tempo de recuperação e a dor no pós-operatório.

Devido à ação seletiva do laser, a recuperação costuma ser rápida, com poucos hematomas ou desconforto e inchaço. É um procedimento ambulatorial permitindo o retorno progressivo às atividades normais em poucos dias.

É a cirurgia plástica mais realizada no mundo, tanto em homens quanto em mulheres. Trata gordura localizada em região abdominal, dorso (costas), cintura, culotes, coxas. São realizadas mini incisões onde por meio cânula é aspirado o excesso de tecido gorduroso. Se necessário, esta gordura é tratada e enxertada (lipoescultura) em áreas de preferência do paciente, como glúteo, por exemplo. Ressalta-se que a finalidade da lipoaspiração não é emagrecer, e sim, retirar áreas de gordura localizada.

O estiramento excessivo da pele pode ocasionar o rompimento das fibras de colágeno, dando origem às estrias. Qualquer tratamento realizado deve ter como objetivo a produção de novo colágeno para poder “apagar” as estrias. Mesmo com todo avanço da medicina, todos os protocolos existentes apenas suavizam, ainda que com resultados impressionantes e muito positivos.

Essa é uma das técnicas mais bem sucedidas para estrias. O laser gera micropontos de queimaduras no trajeto das estrias, e cada pontinho de queimadura vai, de maneira uniforme, até a derme. Essa derme danificada, de maneira controlada, irá cicatrizar e é durante a cicatrização que ocorre a nova formação de colágeno, e consequentemente o surgimento de uma pele mais uniforme.

O Fotona pode ser utilizado em estrias recentes ou mesmo as antigas. O laser ocasiona, de maneira clinicamente controlada, microqueimaduras na derme danificada. Durante a cicatrização, acontece a formação de colágeno, e consequentemente o surgimento de uma pele mais uniforme.

Técnica direcionada para estrias, com excelentes resultados.. O método Striort consiste em um aparelho a vácuo, que estimula a circulação sanguínea na região, tornando as estrias vermelhas e tratáveis. Logo após a sessão pode associar com carboxiterapia e peeling químico para estimular a renovação celular da pele.

Aplicação, em pequenas doses e múltiplos pontos, de fatores de crescimento na derme, realizada no trajeto da estria. Essas substâncias irão promover o aumento da produção de colágeno.

Essa técnica produz micro-furinhos na pele, através de microagulhas, que, ao cicatrizarem, estimulam os fibroblastos a produzirem colágeno e elastina, além de estimular a proliferação de células-tronco, restaurando a pele que está danificada. Esses furinhos formam “microcanais”, que levam substâncias terapêuticas para a derme profunda (técnica conhecida como drug delivery), como, por exemplo fatores de crescimento, que induzem o aumento da microcirculação no local da estrias, potencializando o resultado.

A associação de peelings químicos (ex: ácido retinóico) com os mecânicos (ex: peeling de diamante) promove a descamação da pele, estimulando o surgimento de uma nova pele, com mais colágeno, disfarçando as estrias.

É a aplicação terapêutica de gás carbônico medicinal através da pele (com agulha) no trajeto das estrias. A pressão mecânica que o gás exerce faz a estria descolar e, ao cicatrizar, a pele aumenta a produção de colágeno local.